Franqueados e colaboradores concluem UCS

01/12/2020 Equipe SUPERA

O ano de 2020 ficará marcado para sempre como um ano de muito investimento humano na rede SUPERA, mais precisamente aos seus colaboradores, franqueados e funcionários que tiveram acesso exclusivo aos conteúdo da UCS (Universidade Corporativa SUPERA), uma iniciativa ainda praticada por poucas empresas no Brasil, como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Ambev.

A UCS foi criada ainda em 2018, mas foi em 2020 que teve seu auge com aulas para todos os colaboradores, com foco principal em franqueados que estão à frente 400 unidades da empresa no país.

Dinâmica propôs aos colaboradores do franqueador a montagem de um parque

Conclusão no franqueador

Na última sexta – feira (27), os colaboradores do franqueador SUPERA, que fica em São José dos Campos participaram da última formação do ano. A dinâmica – comandada presencialmente pelo mentor Caê Nóbrega, contou com a participação de aproximadamente cinquenta pessoas.

Se em outras oportunidades os funcionários foram capacitados a distância por conta da pandemia, desta vez todos se mobilizaram, mantendo o distanciamento e o uso de máscaras, para montar, em três horas, um parque de diversões.

“A UCS começou a operar em junho deste ano. Ela ocorre em um sistema híbrido, ao vivo e online. Com o Caê, nós exercemos diversos pontos importantes neste ano de intensos desafios como liderança por inspiração, agilidade emocional, perfis comportamentais, como dar e receber feedbacks… Isso tudo foi muito positivo e ampliou ainda mais o conceito de transparência e liderança horizontal, que já era muito forte dentro da empresa”, pontuou Cristiano Thales, coordenador de Marketing, Branding e eventos do SUPERA.

Mentoria

Com um forte trabalho dentro de grandes empresas em todo Brasil, Caê Nóbrega chegou ao SUPERA em 2019.

“Foi meio que amor à primeira vista quando conheci o SUPERA, seus propósitos e colaboradores. Recebi então o convite para estar junto da marca na convenção anual e quando vi todas aquelas pessoas, coloquei uma camiseta do SUPERA e foi um momento mágico para mim que selou o início de uma grande parceria com esta grande empresa”, disse.

O mentor Caê Nóbrega em aula da UCS

Em entrevista ao site franquia educacional o formador fez um balanço do seu trabalho junto a marca neste ano, confira:

– Como foi para você estar junto do SUPERA neste ano?

Caê – Primeiro que demorou, viu… eu fui meio que enrolado neste namoro… brincadeiras à parte, havia uma proposta depois da convenção de 2019 para atuar na UCS. Aí os meses foram passando, e veio o COVID. Foi quando pensei que a marca não fecharia nossa parceria.

Para minha surpresa, no início de junho, fizemos um novo contato, recebi uma ligação da marca, apresentei uma trilha do que seria feito, e era um momento em que estávamos ainda em lockdown. A ordem da presidência foi direta: “Vamos treinar todo mundo!”. Uma coisa que é muito gostosa de trabalhar no SUPERA é a confiança depositada no formador. Eu tive total liberdade para trabalhar com os colaboradores, mas o nosso inimigo inicial era o relógio.

Em vinte dias, colocamos a plataforma online no ar. Foi um desafio grande. Multinacionais patinam para fazer isso e o SUPERA fez em 22 dias colocou essa plataforma no ar em plena pandemia. Os conteúdos já estavam preparados, mas não estavam produzidos em um formato de universidade interna. Foi um ano intenso, de muitas realizações, não só por conhecer o empreendedor de perto, mas também por conhecer quem são as pessoas que estão neste grande projeto que é o SUPERA.

– Mesmo para uma empresa disruptiva como o SUPERA, a ideia de uma Universidade Corporativa ainda é uma exceção quando falamos de capacitação de colaboradores no Brasil. Como você entende este conceito?

Caê – Eu vejo várias empresas estando atrás dessa questão e demoram até três anos para implementar tudo isso, e algumas só começam a fazer porque querem estar no ranking de melhores empresas para se trabalhar e não porque acreditam no desenvolvimento dos seus colaboradores, porque não é fácil. Não é só criar uma plataforma e fazer a coisa acontecer.  A curadoria é algo que é muito diferenciado, dá um trabalho absurdo. Eu sinto que a universidade foi um símbolo, um agradecimento por tudo que trouxe o SUPERA até aqui, porque é uma escola muito linda, mas ao mesmo tempo aberta a novas tendências e novas realidades. O SUPERA é grande e uma universidade coorporativa comprova isso.

– Quais os principais ganhos de uma iniciativa como essa para uma empresa do porte do SUPERA?

Caê – Uma coisa é viver e educar as pessoas, outra coisa é ter a coragem de olhar para dentro e se perceber como aprendiz, e isso foi um dos momentos mais marcantes da universidade. Muitas pessoas olharam para dentro e entenderam que o aprendizado não é uma fase, mas sim algo que acontece ao longo de toda a vida. Funcionários que entenderam que precisarão se ressignificar, se reciclar para melhorar suas performances e atender melhor as necessidades deste mundo, hoje ainda mais competitivo.

– Como foi o resultado entre os franqueados SUPERA?

Caê – Os franqueados do SUPERA são um capítulo à parte! Muito queridos, bem humorados, dispostos, muitas mentes incríveis conduzindo seus negócios pelo país. Muitos perfis diferentes, homens e mulheres muito vibrantes. Em resumo, a experiência com eles foi basicamente de olhar para dentro e identificar estratégias muito particulares para cada região do Brasil. Muitos deles ressignificaram a forma como lidam com o franqueador SUPERA entendendo sua parte no processo e como isso influencia no sucesso final de suas unidades. O primeiro grande resultado para os franqueados foi entender a diferença de liderança e gestão. Tem um primeiro ganho forte para a tomada de consciência. Eles ouviram tudo que eles tinham que ouvir, para que as dores deste ano não se repitam. Foi um ano também de consolidação da marca SUPERA: muitos franqueados viraram a chave e fizeram muitas matrículas. O franqueador vendeu 22 unidades em plena pandemia.

Quantos franqueados participaram da capacitação?

Caê – Só de franqueados eram quatro turmas com aproximadamente 75 empresários em cada uma. Aqueles que não conseguiam assistir ao vivo, assistiam depois. Gravamos 70 vídeos para que eles pudessem acompanhar, então foi uma imersão muito intensa nos últimos meses com disponibilização do material posteriormente, o que foi muito bem aceito. Eles arrebentaram em número de acessos, estouramos todos os números previstos e comparando com números de outras universidades, o SUPERA está muito a frente já na primeira edição, isso já é motivo para ficarmos muito orgulhoso já neste primeiro momento.

Qual retorno você teve dos franqueados e dos colaboradores?

Caê – Tivemos muitos feedbacks interessantes, negativos e positivos. Eles abraçaram a universidade em um momento que o país passa por uma insegurança muito grande, se dispuseram a ficar aqui treinando, comprando livros que eu indicava, fazendo os exercícios e tomaram consciência para o que realmente importava para eles. Alguns precisaram abandonar a cultura multitarefas e entender que precisam focar, que tem uma parte que é deles, que eles precisam engajar as equipes, desenvolver lideranças, planejamento estratégico, comunicação, sonho comum, então foi muito produtivo.

Teve algum momento marcante neste processo?

Caê – Foram vários os momentos marcantes. Um deles foi quando um dos franqueados abriu seu coração sobre uma dificuldade pessoal que ele vivia e olhando aquilo, a turma foi muito cuidadosa e carinhosa, mesmo que à distância. Cada turma estava com as pessoas certas, no momento certo, fazendo a coisa certa… as turmas acabaram se complementando.

Posteriormente a este acolhimento ao problema do franqueado, o empresário buscou desenvolvimento com afinco, e entendeu que havia uma parte que cabia a ele e alguns módulos depois este empresário superou essa dificuldade pessoal, e estava mais inteiro no negócio, voltou a se encantar e realizar grandes coisas. Foi um dos episódios mais marcantes. “Eu quero mudar”, recebi muitas vezes esse retorno, foi muito gratificante.

Universidade Corporativa SUPERA formou franqueados e colaboradores em imersão híbrida ao longo dos últimos meses, com aulas presenciais e online.

Como foram escolhidos os conteúdos?

Caê – Eu tive muita liberdade junto ao SUPERA e acabei escolhendo junto com o presidente do SUPERA que me pediu para treinar todos os departamentos: também com um caminho de visitação pessoal, inteligência emocional, auto liderança, e foi um treinamento que eles vão levar para a vida, tanto que esse foi o retorno que tivemos no final.

Como avalia a participação dos funcionários?

Caê – Eles entenderam o quanto eles podem e querem ser melhores. Eu vejo como resultado pessoal que todos querem fazer a coisa acontecer, mas talvez faltasse um olhar mais individualizado, também para suas fragilidades.

Eles entenderam que são protagonistas do próprio negócio e entenderam que precisam ir muito mais além, tanto que uma das formas que nós trabalhamos no final foi de certificar o que havia sido ensinado e não apenas jogar conteúdos sobre eles. Esse foi o critério adotado sempre com muita confiança do franqueador SUPERA. Foi uma relação de confiança muito intensa e de transparência, o que foi muito gratificante para mim.

“Vejo muitas empresas que apostam em universidades internas mais preocupadas em sinalizadores positivos e não porque acreditam no desenvolvimento dos seus colaboradores, o que é não é caso do SUPERA, que é uma empresa grande e uma universidade corporativa comprova isso”

Caê Nóbrega, mentor UCS

Qual foi o resultado final na sua avaliação?

Caê – A UCS neste formato aconteceu no ano certo, no momento certo. A gente tinha que ter feito tudo isso neste momento.  Alguns franqueados se fortaleceram, outros entenderam que tínhamos que aprender gestão, liderança, mas o principal foi que eles entenderam que precisam estar felizes nos seus negócios.

UCS teve aulas online e presenciais

O quanto eles podem, querem e precisam evoluir. Agora é a hora é subir as réguas: agora é a hora de trazer as trilhas customizadas, trazer o melhor pedagógico, o melhor comercial, para levar a melhor versão de si mesmo em cada negócio, em cada franquia. A gente parte para 2021 com quase 400 feedbacks da rede que a gente ainda não conseguiu compilar, tamanho impacto que isso teve no SUPERA.

Está mais do que claro que o SUPERA não é um lugar comum. Foram mais de mil pessoas impactadas pela imersão dos últimos meses. Eles trocaram feedbacks que multinacionais não trocam, revisaram e criaram processos. Por mais momentos como este. 2021 está aí e teremos muito mais desenvolvimento vindo. Agradeço a confiança e parceria por esta imensa oportunidade!

Foto Antônio Carlos - Diretor do Franquia Educacional Supera

Descubra como você
pode ser um franqueado supera

e se torne um empreendedor de sucesso na sua região

Conheça agora mesmo os benefícios e vantagens da Franquia de Escola SUPERA e saiba todos os detalhes sobre os primeiros passos para conquistar sua Realização Pessoal e Profissional

ABRA SUA FRANQUIA SUPERA Contate-nos para maiores informações

Equipe SUPERA

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Nenhum comentário ainda

Nenhum comentário para "Franqueados e colaboradores concluem UCS"

Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha com seu comentário

Ebook Grátis Ganhe o E-book: Breve introdução ao Mercado de Franquias

Newsletter -SUPERANews Franquia

Breve introdução ao Mercado de Franquias

Cadastrando-se gratuitamente no SUPERANews - Franquia!

E receba nossos textos sobre o mercado de Franquias!

    SUPERA PRESENCIAL

    Ginástica para o cérebro

    O SUPERA Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade.

    O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

    SUPERA Online

    O melhor treinamento digital aliado ao melhor curso

    O SUPERA Online lhe oferece um programa personalizado de exercícios para inúmeras habilidades cerebrais como atenção, memória, visão espacial, linguagem e raciocínio lógico.

    Você vai desenvolver seus pontos fracos e aperfeiçoar seus pontos fortes, com as orientações de um coaching virtual, e acompanhar seu progresso ao longo do tempo.

    SUPERA para escolas

    Método de estimulação cognitiva

    Exclusivo para Instituições de Ensino.

    O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

    65d8112aab673