Inflexibilidade Cognitiva: o que é?

15/10/2021 Equipe SUPERA

Você já parou para pensar no quão poderosa a mente humana é? Por meio dos nossos pensamentos, podemos criar muitas coisas e inovar em diferentes áreas da nossa vida!

Mas e quando isso se torna um problema?

Explicando melhor… você já deve ter percebido que o pensamento e o modo como interpretamos algumas situações da vida nem sempre condizem com a realidade, não é mesmo?

Isso acontece quando passamos a imaginar demais ou distorcer algum fato real, o que pode impactar negativamente na nossa vida; e a verdade é que muitas vezes não nos damos conta de que isso acontece.

O nome para isso é inflexibilidade cognitiva.

Continue neste artigo para descobrir quais são os tipos e como combater a inflexibilidade cognitiva.

Neste conteúdo você verá:

  • O que é inflexibilidade cognitiva?;
  • 10 tipos de inflexibilidade cognitiva;
  • Inflexibilidade cognitiva x flexibilidade cognitiva.

O que é inflexibilidade cognitiva?

A inflexibilidade cognitiva, também conhecida como disfunção cognitiva, é uma série de padrões de pensamentos disfuncionais que, na grande maioria das vezes, são maneiras equivocadas de interpretação da realidade, o famoso ‘ver coisa onde não tem’, criado por nossa mente.

Ela  afeta todos os aspectos da vida, tanto o pessoal quanto profissional e social.  Por isso é importante você conhecer os tipos de inflexibilidade cognitiva e ficar atento aos sinais.

Bora conferir?

10 tipos de inflexibilidade cognitiva

Polarização

Também conhecida como pensamento tudo ou nada, essa inflexibilidade cognitiva se manifesta numa espécie de 8 ou 80, tornando impossível enxergar mais que dois caminhos diante de uma situação.

Pessoas com pensamentos do tipo costumam perceber as situações em termos absolutos e é comum pensarem ‘se eu não for bem em uma prova’, ou ainda, ‘se eu não passar nessa vaga de emprego, serei um fracasso’.

Rotulação

Esse tipo de distorção cognitiva é quando, com base em apenas um evento ou comportamento específico, rotula-se a si mesmo ou a outra pessoa.

Um bom exemplo disso é quando procrastinamos e pensamos “eu sou muito incompetente porque não estudei”, ou ainda “ele é muito estúpido por ter dito isso”, sendo que aquela foi a única vez em que uma pessoa pode ter dito algo errado.

Desqualificação do positivo

Nesse tipo de inflexibilidade é muito comum que a pessoa desqualifique todas as suas conquistas e ações positivas, mesmo que tenha conquistado por mérito.

É normal pensamentos que tangem tanto o aspecto pessoal, como “só consegui tirar uma boa nota porque a prova estava muito fácil“, quanto  em relacionamentos amorosos, como “ela só está comigo por pena”.

Filtragem

A filtragem pode parecer um pouco com a desqualificação do positivo. Mas aqui ao invés de desqualificar os pontos positivos e relevantes de determinada situação, eles são ignorados e toda a atenção se volta para o lado negativo, pois pessoas assim são incapazes de analisar a situação como um todo.

Sabe quando você apresenta um projeto para o chefe ou um trabalho escolar e ambos os mentores elogiam o trabalho e pontuam os aspectos que podem ser melhorados? Uma pessoa com inflexibilidade cognitiva certamente vai ignorar os elogios e achar que o trabalho foi péssimo.

Super generalização

Sabe quando a gente reprova em uma matéria, ou vaga de emprego e acha que nunca mais vai conseguir novamente? Pois é, essa é a super generalização.

Ela ocorre quando a partir de um acontecimento específico ou poucas ocorrências de um evento, concluímos, de maneira geral, que todas as situações serão da mesma forma.

Aceitação liberal

A aceitação liberal se manifesta toda vez que tiramos conclusões precipitadas, sem embasamento e tomamos nossos pensamentos como verdade absoluta. Mesmo com pouquíssimo ou nenhum indício de um fato, agimos como se fôssemos capazes de prever ou até mesmo ler os sentimentos e pensamentos de outras pessoas.

Provavelmente alguém já deixou de te dar bom dia, ou era míope e não viu você enquanto caminhava pela rua. Caso você tenha, sem nenhum motivo, pensado que essa pessoa não gosta de você e tomado isso como verdade, saiba que pode ser um indício dessa disfunção.

Catastrofização

Situações de catastrofização acontecem quando diante de um fato você sempre pensa que o pior vai acontecer e que, quando acontecer, será insuportável.

Isso pode acarretar que você deixe de fazer algo por medo. Acontece, por exemplo, com pessoas que se recusam a andar de avião pois acreditam, com absoluta certeza, que ele irá cair e ela provavelmente vai morrer.

Personalização

A personalização é quando você acredita ser o único culpado de uma situação e coloca toda a culpa em você, mesmo quando outras pessoas podem também ter contribuído para isso.

É o caso, por exemplo dos fins de relacionamento, em que um dos parceiros se julga o único culpado pelo fim da relação, quando na verdade existem outros fatores como circunstâncias e o próprio companheiro.

Minimização e maximização

‘A família dela é tão perfeita, a minha é horrível’, ‘A casa dela é muito melhor que a minha’. Essas são frases típicas da inflexibilidade na qual uma pessoa  maximiza a ação e vida dos outros e minimiza as suas, desvalorizando-se.

Raciocínio emocional

Sabe aquela pessoa que fica momentaneamente triste e acha que tudo em sua vida está ruim? Há grandes chances de ela sofrer de inflexibilidade do tipo raciocínio emocional.

São pessoas que consideram os aspectos da realidade com base em seus sentimentos atuais, usando a emoção que sentem no momento para justificar seu pensamento.

Você pode achar que não está feliz no trabalho só por uma tristeza do momento, mas acredita que esse sentimento é real e o toma como justificativa para o seu pensamento.

Inflexibilidade cognitiva x flexibilidade cognitiva

Felizmente, há um outro lado da moeda! A flexibilidade cognitiva vai em direção contrária e deve ser buscada, não só para garantir nossa saúde mental como também para que possamos viver bem em sociedade e possamos desenvolver todo o nosso potencial no aspecto profissional.

Isso porque a flexibilidade cognitiva é a capacidade do nosso cérebro de adaptar-se às mudanças, e encontrar soluções não tão óbvias para determinadas situações, é o pensar fora da caixa, que muitas empresas buscam.

Por estar relacionada com a inteligência fluida e habilidade de resolver problemas de forma eficiente, a flexibilidade cognitiva pode te ajudar a ver diferentes caminhos para a solução de um problema,  tolerar erros e mudanças.

Foto Antônio Carlos - Diretor do Franquia Educacional Supera

Descubra como você
pode ser um franqueado supera

e se torne um empreendedor de sucesso na sua região

Conheça agora mesmo os benefícios e vantagens da Franquia de Escola SUPERA e saiba todos os detalhes sobre os primeiros passos para conquistar sua Realização Pessoal e Profissional

ABRA SUA FRANQUIA SUPERA Contate-nos para maiores informações

Equipe SUPERA

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Nenhum comentário ainda

Nenhum comentário para "Inflexibilidade Cognitiva: o que é?"

Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha com seu comentário

Ebook Grátis Ganhe o E-book: Breve introdução ao Mercado de Franquias

Newsletter -SUPERANews Franquia

Breve introdução ao Mercado de Franquias

Cadastrando-se gratuitamente no SUPERANews - Franquia!

E receba nossos textos sobre o mercado de Franquias!

    SUPERA PRESENCIAL

    Ginástica para o cérebro

    O SUPERA Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade.

    O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

    SUPERA Online

    O melhor treinamento digital aliado ao melhor curso

    O SUPERA Online lhe oferece um programa personalizado de exercícios para inúmeras habilidades cerebrais como atenção, memória, visão espacial, linguagem e raciocínio lógico.

    Você vai desenvolver seus pontos fracos e aperfeiçoar seus pontos fortes, com as orientações de um coaching virtual, e acompanhar seu progresso ao longo do tempo.

    SUPERA para escolas

    Método de estimulação cognitiva

    Exclusivo para Instituições de Ensino.

    O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

    665695c27073d